Cuidados com filhotes de cães

soninhobao

Vejo muita gente se embananar na hora de providenciar os cuidados necessários para manter e educar um filhote de cão, abaixo coloco as dicas do site encrenquinhas:

A ESCOLHA DO FILHOTE

Antes de adquirir um animal precisamos saber um pouco das características gerais da raça que estamos escolhendo; existem cães de guarda, de companhia, de caça, de pastoreio, etc… animais de pelagem curta, longa, no caso os de pelagem longa exigem uma maior manutenção e conseqüentemente dedicação por parte do proprietário, pois precisa ser escovado regularmente.
O porte (tamanho) do animal também deve ser levado em consideração, cães de porte grande necessitam de mais espaço; que deverá permitir exercício e liberação de energia para mantê-lo com saúde e equilíbrio emocional.

PREPARAÇÃO DO AMBIENTE

Cabe ao dono definir onde e como deseja que seu filhote viva (casinha, canil ou dentro da sua casa), escolhido o local, ele precisará providenciar:
- Recipientes com água limpa e fresca e ração de boa qualidade;
- Brinquedos especiais para cães (não podemos esquecer que seu cãozinho é um filhote e que sua vida será muito mais divertida com brinquedos e sua companhia).
Mesmo sendo um animal de grande porte ele precisará de um local protegido contra chuvas e friagem.

CHEGADA DO ANIMAL

Todo filhote é extremamente curioso, eles não conhecem alguns perigos, por isso devemos protegê-los evitando seu acesso a ralos, fios elétricos, passagens perigosas, produtos de limpeza, tintas, plantas tóxicas, etc…
Assim que seu cão chegue em sua casa, permita que ele cheire e reconheça todo o ambiente, lembrando que as partes da casa que ofereçam perigo devem ter seus acessos obstruídos (escadas, por exemplo). Em um primeiro momento, evite a permanência do filhote em ambiente como a sala de estar, ele pode torná-la seu local preferido e colocar em risco móveis, tapetes, almofadas, etc…
Muitas vezes, pelo cansaço da viagem, pelo stress da mudança de ambiente, ausência da mãe e dos outros filhotes da ninhada, ele poderá tentar se isolar, nesse caso, coloque-o na sua caminha e deixe-o descansar. Jamais permita que as crianças brinquem em demasia com ele e, principalmente, que o tratem como se fosse um brinquedo. Para tentar evitar o choro da primeira noite, prepare uma caminha bem aconchegante e coloque um relógio perto dele, pois este produzirá com seu tic-tac, um efeito hipnotizante. Estes truques lhe permitirão passar uma noite relativamente calma e guardar uma boa recordação de sua chegada.

ALIMENTAÇÃO

Um filhote deverá se alimentar de ração formulada e balanceada especialmente para ele, (…)Até os 6 meses de vida a ração deve ser oferecida 4 x ao dia, dos 6 meses até 1 ano, 3 x ao dia e quando adulto, 2 refeições serão suficientes para o bem estar e manutenção de seu cão. Alimentando-o com ração de excelente qualidade, não serão necessários vitaminas, minerais ou outros ingredientes extras.
Cabe salientar que cães de porte bem pequeno (maltês, yorkshire terrier, poodle micro, etc…) são bastante sensíveis e muito susceptíveis a hipoglicemia, caso fiquem muito tempo sem se alimentar, portanto se você adquiriu um destes animais, fique atento e verifique se ele está se alimentando 4 x ao dia, para não deixar que aconteça nenhuma situação de emergência, pois em uma crise de hipoglicemia seu filhote pode chegar até a convulsionar.

A ração não deve ficar exposta o dia todo, deve ser colocada e após 30 minutos retirada, desta forma evitamos visitas indesejáveis no pote de comida de seu melhor amigo (ratos, baratas, etc…) que podem transmitir doenças para os animais e também ao homem.
Além da ração balanceada, poderá também oferecer a seu cão, com moderação petiscos e biscoitos especiais para cães, que também podem funcionar como prêmio quando ele fizer algo que lhe agrade, sendo muito útil na fase de condicioná-lo a fazer suas necessidades fisiológicas em locais pré-estabelecidos por você.

As frutas, com exceção das cítricas e as oleosas, também podem ser oferecidas, lembre-se, sempre com moderação, de maneira que ele não substitua uma refeição balanceada por petiscos ou frutas, certo?
Jamais ofereça ao seu cão ossos de frango e/ ou de porco, pois poderão causar acidentes graves de perfurações gastrointestinais. Quando não acostumamos a oferecer comida ou petiscos humanos ao nosso mascote, ele não ficará implorando ao nosso lado pedacinhos daquilo que estamos comendo. Vale lembrar que o olfato do cão é muito mais apurado que o nosso, portanto quando a família for se alimentar, seria melhor para o animal que fosse mantido em outro local, pois assim não estaria sentindo cheiro de algo com que ele não irá se deliciar.

EDUCANDO O FILHOTE

Na relação entre você, seu filhote e o ambiente onde vivem, é necessário estabelecer algumas regras para que a convivência fique cada vez mais agradável, isto dependerá de você, da sua disponibilidade de tempo e paciência; sempre costumamos dizer que quando trazemos um animal para nossa casa, ele é que precisa se acostumar conosco e não ao contrário, senão ele deixa de ser um prazer e passa a ser um problema.
Primeiramente, é necessário estabelecer horários para refeições e para os períodos de repouso, um filhote deve dormir mesmo durante o dia. Normalmente 30 a 40 minutos após a refeição o animal deverá evacuar, portanto, nesta fase de aprendizado, conduza-o ao local estipulado por você para ser o seu banheirinho (que poderá ser coberto por jornal ou tapetes higiênicos) e permaneça em sua companhia, evitando brincadeiras; quando ele terminar você deve felicitá-lo com gestos carinhosos, podendo até premiá-lo com um biscoito canino.
Na hora de determinar onde será seu banheiro, vale dizer que eles não gostam de banheiro próximo de onde eles dormem ou comem, então se deve colocar a caminha, os potes de ração e água limpa bem distante do jornal ou tapetes higiênicos.
Os tapetes higiênicos são bem interessantes, possuem um gel atrativo e com grande capacidade de absorção. Se ele sujar freqüentemente sua casa, em locais diferentes do determinado, deverá ser repreendido pela falta cometida. As repreensões só têm valor ou efeito quando feitas logo após o ato. Percebendo o filhote dando voltas ou cheirando o chão, convém conduzi-lo até o local determinado para fazer suas necessidades.

O filhote necessita aprender a ficar sozinho, e isto precisa ser feito desde o início, pois mesmo sendo maravilhoso ficar na companhia deste mais novo integrante da família, a expectativa média de vida de um cão, hoje em dia, é de aproximadamente 15 anos e em todos esses anos com certeza não poderemos ficar ao seu lado em tempo integral, não é mesmo? Então desde já, mesmo que ele chore um pouco, é necessário se acostumar a ficar só. O princípio a ser seguido para este condicionamento é não cedermos a seus choros e manhas; no caso de muita insistência, aproxime-se em atitude séria, certifique-se de que não existe nada de errado com ele e repreenda-o com energia.

Um cão entre 6 e 16 semanas de idade está em sua melhor fase para aprendizado e condicionamentos, portanto, temos que começar cedo, é hora de acostumá-lo com o mundo em sua volta e ensiná-lo a ter boas maneiras.
Os passeios de carro podem começar desde cedo, comece com percursos pequenos, 5 a 10 minutos, que devem ser seguidos de passeios ou brincadeiras, associando carro a prazer, é preferível que ele esteja em jejum nas primeiras experiências, pois é bastante comum que no início eles apresentem vômitos. Nunca deixe seu cão dentro de um carro fechado e sob o sol, poderá ser fatal a ele.
Não aconselhamos passeios na rua, nem contato com outros cães enquanto não terminar as primeiras vacinas, mas podemos ir acostumando-o com a guia em casa mesmo, para ele ir se habituando.
Eduque seu cão com muito carinho e com certeza terá um grande amigo. Nunca use de violência para com seu animal de estimação: cães agressivos, muitas vezes foram educados e adestrados com agressividade.

CUIDADOS COM A SAÚDE DE SEU ANIMAL

Verminoses: cães adultos e filhotes têm, com freqüência, parasitas intestinais de diferentes espécies. Os vermífugos não possuem todos a mesma ação e a mesma eficácia sobre todos os parasitas, por isso é sempre indicado um exame de fezes (coproparasitológico), para a prescrição de um vermífugo eficiente.
(…)
Além dos parasitas internos, temos ainda os parasitas externos, ou ectoparasitas, que são as pulgas, piolhos, carrapatos, etc…, que são igualmente nocivos, aos animais e também às pessoas, transmitindo inúmeras doenças.
Nós, do Encrenquinha’s recomendamos que se faça prevenção mensal de pulgas, com Advantage Max 3 R, um medicamento da Bayer, seguro e eficiente, que previne pulgas e também o verme do coração, já ouviu falar dele? Pois é, o verme do coração é o nome popular de um parasita que é a Dirofilaria immits, que é transmitido através da picada de um mosquito, que ao picar o animal inocula, em sua corrente circulatória a larva de um verme, que quando adulto se instalará no coração e em grandes vasos de seu cão, levando-o a morte por obstruções destes vasos. Até pouco tempo atrás, acreditávamos que este mosquito só era encontrado em regiões de litoral e represa, mas, nos trabalhos mais recentes observou-se casos de cães infectados que nunca haviam saído de São Paulo, por isso recomendamos que se faça a utilização do Advantage Max 3 mensalmente, mesmo que seu animal não viaje, assim estaremos protegendo-o e protegendo sua família das pulgas e também do verme do coração, pois este parasita pode ocasionalmente ser transmitido para o homem.

Vacinação: seu filhote só poderá sair para passear na rua após o término das primeiras vacinas, pois só assim ele estará protegido contra doenças infecto-contagiosas que comumente acometem os cães.
O protocolo utilizado pela equipe de veterinários do Encrenquinha’s é o seguinte:
Idade do Animal Vacina
45 dias V8
Após 21 dias (aos 66 dias) V8 + Pneumodog
Após 21 dias (aos 87 dias) V8+ Pneumodog
Após 21 dias (aos 108 dias) V8 + Giardiavax
Aos 4 meses Giardiavax + Anti-rábica

Depois de terminadas estas primeiras vacinas, seu cão tomará, após 6 meses, o reforço da vacina contra Leptospirose e anualmente 1 dose de V8 + 1 dose de Pneumodog + 1 dose de Giardiavax + 1 dose de anti-rábica, assim estará sempre bem protegido.
Há quem considere nosso protocolo de vacinação um pouco exagerado, mas nós acreditamos que prevenir é muito melhor do que remediar.
Ainda sobre a saúde de seu cãozinho, devemos lembrar que vômito e diarréia podem ser indícios de doenças graves, portanto, aparecendo um desses sintomas seu animal deve ser levado ao veterinário imediatamente, pois assim ele o examinará e irá prescrever o tratamento adequado. Nunca tente medicar seu melhor amigo em casa, há medicamentos humanos que podem causar graves danos à saúde de seu cão.

Cuidados com os dentes: os cães possuem dentição de leite, que é substituída por dentes permanentes por volta dos 5 meses de idade. A escovação dos dentes é indicada e importante para evitar a formação e o acúmulo de tártaros, que, além de provocar um hálito desagradável, compromete a dentição, e pode levar problemas sérios de saúde para o animal. Recomenda-se que escove os dentes de seu mascote, no mínimo 3 x por semana, com escova e pasta especial para cães, pois se eles ingerirem a pasta e os cremes dentais humanos pode causar problemas estomacais. Deve-se iniciar a escovação desde filhote, para que ele se acostume com este procedimento.

REPRODUÇÃO

Machos: um macho com 6 meses já pode acasalar, mas possui baixa concentração de espermatozóides em seu ejaculado, sendo difícil a fertilização; por volta dos 12 meses aproximadamente a fertilização já é possível, lembrando sempre que há variações individuais, nas quais um machinho pode vir a fertilizar bem novinho, portanto, caso tenha macho e fêmea na mesma casa, todo cuidado é pouco.
Fêmea: o primeiro cio ocorre entre 6 e 18 meses, em média, sendo mais precoce em fêmeas pequenas e mais tardio em fêmeas grandes, e costuma se manifestar com intervalos médios de 6 meses. No cio, que normalmente dura em média 15 a 20 dias, ocorre edema da vulva e um corrimento sanguinolento, sendo que o período fértil ocorre normalmente entre o 9º e o 15º dia após o início do sangramento. Há cadelas, principalmente de porte pequeno que apresentam o que chamamos de “cio seco”, pois não observamos sangramento, somente o edema da vulva.
Para evitar coberturas indesejáveis, o mais indicado é a reclusão da cadela nesse período, que pode inclusive ser hospedada no Encrenquinha’s Hotel Fazenda para cães.
Normalmente os medicamentos anticoncepcionais são contra indicados, devido aos inúmeros efeitos colaterais indesejáveis, nunca utilize essas medicações sem antes consultar um médico veterinário.

CASTRAÇÃO (ESTERILIZAÇÃO)

Caso não tenha intenção de acasalar seu animal, tanto macho, quanto fêmea, nossa recomendação é que se faça a castração.
A castração é uma cirurgia, na qual, da fêmea retiramos os ovários e o útero, e dessa forma ela não apresenta mais cio e também previne contra o aparecimento de tumores de mama e outros problemas em órgãos genitais, bastante comum em cadelas não castradas. Do macho retiramos os testículos e dessa forma prevenimos tumor de próstata, bastante comum em cães e ele não fica com aquele indesejável hábito de urinar nos cantos, demarcando seu território.
Estas cirurgias são feitas com o animal sob anestesia geral, em um centro cirúrgico adequado, contamos, em nossas clínicas veterinárias, com uma equipe de médicos veterinários capacitados tornando o procedimento extremamente seguro para seu animalzinho.

CUIDADOS COM A HIGIENE

Cães de pelagem longa exigem escovações diárias, para evitar a formação de nós, procure manter a região perianal, próximo ao ânus e órgãos genitais, sempre limpas e sem acúmulo de fezes para que não tenha dermatites (assaduras) na região. Em volta dos olhos, também necessita de limpeza, caso haja acúmulo de secreção deve-se limpar com algodão umedecido com água filtrada.
O interior das orelhas deve estar sempre limpo e seco, recomendamos a utilização de Vetriderme CeruminolíticoR para limpeza semanal e caso observe presença de cerúmen abundante, encaminhe seu cão ao médico veterinário, pois ele pode estar com uma otite. Os cães de orelhas longas são mais susceptíveis a otites.
O banho pode ser dado preferencialmente a cada 10 ou 15 dias e deve ser com água morna, o animal deve ser seco com o auxílio de um secador. Alguns cães de raça necessitam de tosa e asseios especiais para isto, temos em nossas lojas tosadores altamente qualificados para orientá-lo.

HIGIENE DO AMBIENTE

Ter animal dentro de casa, não quer dizer que sua casa vá ficar cheirando cachorro, a utilização de AMONEX T. A. AMBIENTAL garante ambientes limpos, desinfetados e sem odores desagradáveis.
• Amonex T.A. Ambiental possui elevada ação bactericida, fungicida, viricida e algicida.
• Na formulação de Amonex T.A. Ambiental há um poderoso tensoativo capaz de destruir o biofilme que recobre os pisos, equipamentos e utensílios, resultando em excelente higienização ambiental.
• Fórmula concentrada com fragrância herbal que elimina e neutraliza os odores.
Antigamente o cão vivia no quintal, e o contato que tinha com a família era restrito, hoje em dia, a maioria dos paulistanos mora em apartamentos, então o cão passou a ter muito mais contato com nossa família, dividindo a sala, o sofá; enfim hoje nosso animal de estimação está muito mais próximo de nós, portanto a questão da higiene do ambiente é muito importante para que esta convivência seja saudável para todos.
Vale ressaltar que a utilização de produtos de limpeza muito forte pode causar problemas ao animal, desde uma simples dermatite de contato até uma intoxicação, recomendamos o Amonex por se tratar de um produto seguro tanto para o animal como para família

Artigos relacionados:

You can responder, outrazer para seu site.

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.